Contacte-nos +351 914 206 972
email@hmtraducoes.com
 

Serviços

Consulte a Nossa

GAMA DE SERVIÇOS

A HM Traduções coloca ao dispor uma completa gama de serviços assente num background onde os diálogos inter-culturais, Afro – Europeu e Europeu – Médio-oriente têm especial destaque.

Os tradutores e intérpretes da HM Traduções, são nativos em diversos idiomas e especializados em diversas áreas técnicas.

TRADUÇÃO

Técnica

Traduzimos texto para qualquer idioma. Fazemos a tradução a partir de conteúdos gerais, técnicos, jurídicos, literários. A nossa equipa inclui tradutores nativos, especializados em diversas áreas como Direito, Financeira, Engenharia e Tecnologias de Informática.

Jurídica

A tradução de contratos, acordos ou convénios, testamentos, curriculum vitae, certidões (de nascimento, casamento, óbito, etc.) e certificados (de habilitações, etc.), bem como todo tipo de documentação legal e jurídica é uma das áreas com maior procura num mundo em que a mobilidade de pessoas e mercadorias é cada vez mais uma realidade e uma necessidade.

Financeira

Traduzimos Relatórios de Contas através do nosso leque de intérpretes em diversos idiomas, prontos para responder às necessidades dos nossos clientes.

INTERPRETAÇÃO

Conferências & Reuniões

Com o aumento exponencial da circulação de pessoas, devido à maior facilidade e aos menores custos envolvidos nas deslocações, os serviços de interpretação profissional tornaram-se numa necessidade incontornável e imperiosa.
A HM Traduções conta com colaboradores especializados nas áreas de Interpretação Simultânea, Interpretação Consecutiva e no uso de Bidule.

Interpretação Simultânea

Interpretação Simultânea (também conhecida por Tradução Simultânea ou Interpretação de Conferência) é o ato de traduzir oralmente para outro idioma, o discurso de um orador no momento em que ele ocorre.
Visa dar aos outros assistentes que falam idiomas diferentes a possibilidade de participar, sem barreiras linguísticas, em reuniões, debates, cursos, conferências etc.
É realizada com recurso a intérpretes profissionais fluentes nos seus idiomas de trabalho e treinados nas técnicas de tradução, interpretação e comunicação.

Interpretação Consecutiva

Na interpretação simultânea, o tradutor encontra-se por norma dentro de uma cabine e recorre a equipamento de som, na interpretação consecutiva senta-se à mesa de reuniões para poder ver e ouvir perfeitamente o que se passa ao seu redor.
Durante o discurso de um participante, o tradutor toma notas para, nos intervalos, fazer a interpretação para outro idioma. Esta modalidade faz com que a duração do evento seja prolongada, portanto, sua utilização é recomendada apenas para reuniões de curta duração.

Equipamento Portátil (Bidule)

Para se ter as vantagens da tradução simultânea quando não se dispõe de cabines nem de equipamento instalado, recorre-se ao Bidule, um sistema portátil composto por um emissor, usado pelo intérprete, e pequenos recetores com auricular para os participantes.
Os intérpretes sussuram a tradução a partir de um lugar ligeiramente afastado da mesa de reuniões.
Este equipamento tem ainda a vantagem de permitir a interpretação em movimento, numa visita guiada, por exemplo.

TRANSCRIÇÃO

Transcrição de Conteúdos a partir de Áudio ou Vídeo

A HM Traduções converte qualquer tipo de material áudio ou vídeo num ficheiro de texto, na língua original, ou, através de tradução, no idioma pretendido pelo cliente.

A crescente procura pela transcrição de vídeo, reflete o crescimento que este suporte tem tido dentro das empresas, com aplicações nas áreas do marketing e da formação, deste modo a HM Traduções, coloca também à disposição, um serviço de transcrição a partir deste formato.

Transcrição de Sessões de Tribunal

A transcrição de sessões de tribunal, a partir de suporte áudio é um dos serviços que nos é mais solicitado, a par da transcrição de entrevistas, palestras, podcasts e ações de formação.

CERTIFICAÇÃO

Documentos Legais com ou sem Apostilha de Haia

A HM Traduções realiza traduções certificadas de documentos oficiais, que tenham como destino Portugal ou países signatários da Convenção de Haia.

De modo a facilitar e agilizar o processo de oficialização de documentos, encarregamo-nos de todas as etapas do processo (certificação notarial e Procuradoria Geral da Republica), entregando em mão os documentos devidamente certificados e apostilhados.

Este serviço pretende evitar que os nossos clientes percam tempo desnecessário em deslocações e em processos administrativos e burocráticos.

Nos termos do Decreto-Lei nº237/2001, a conformidade da tradução com o documento original é certificada notarialmente, atribuindo ao documento traduzido o mesmo valor legal que o documento original.

A legislação refere expressamente que os documentos escritos em língua estrangeira e que careçam de ser acompanhados da correspondente tradução, assumem o valor jurídico do seu estado de origem, desde que a tradução seja realizada por quaisquer uma das seguintes entidades ou profissionais: notários portugueses, conservadores e oficiais de registo; consulado português no país onde o documento foi passado; consulado do país de onde o documento é proveniente em Portugal; tradutor idoneo que, sob juramento ou compromisso de honra, afirme, perante o notário, ser fiel a tradução; Câmaras de Comércio e Indústria, Advogados, e Solicitadores.

Nos casos em que as traduções de documentos estrangeiros, seja realizada por tradutores que não têm a nacionalidade portuguesa e que não se encontrem sediados em Portugal, devem respeitar-se as seguintes formalidades: essas traduções como documentos particulares que são, deverão ser legalizados perante o funcionário público estrangeiro do país onde foram realizados (a título de exemplo mais comum indicamos o notário); após essas traduções terem sido convertidas em documentos autênticos pelo funcionário público estrangeiro na conformidade da lei desse país, deverão ser legalizados nos termos indicados infra.

Na maioria dos casos, a tradução oficial destinada a outro país, deverá ser visada segundo as normas desse país por uma entidade oficial local: ministério, embaixada ou consulado. Este procedimento implica, frequentemente, a necessidade de aposição do “selo de apostilha”, em conformidade com a convenção de Haia.

Trata-se de um método simplificado de legalização de documentos, de modo a verificar a sua autenticidade no âmbito internacional. Consiste num certificado que visa facilitar transações comerciais e jurídicas, já que consolida num único documento toda a informação necessária para atribuir validade a um documento público em outro país signatário da Convenção da Haia de 1961.